December 17, 2018

Please reload

Posts Recentes

Relate ou Explique para os ODS – uma análise crítica da BSD Consulting

July 4, 2019

1/6
Please reload

Em destaque

5ª Conferência Global da GRI em Amsterdam: EMPOWERING SUSTAINABLE DECISIONS

02/06/2016

A 5ª Conferência Global da GRI "EMPOWERING SUSTAINABLE DECISIONS" (Fortalecendo Decisões Sustentáveis) iniciou-se dia 18 de maio de 2016, em Amsterdam, recebendo 1162 participantes de 73 países.

 

A conferência foi realizada no RAI Amsterdam, um lugar muito agradável para o networking, conhecer novas pessoas e ter conversas  interessantes sobre diferentes perspectivas e metodologias. Nota-se que as questões de sustentabilidade estão cada vez mais relevantes, mobilizando diversos agentes para trabalhar em conjunto em uma escala global.

 

A conferência reuniu diferentes perspectivas de stakeholders como  empresas, investidores, governos, ONGs, universidades e outros grupos. No total, foram 208 palestrantes (dos quais 46% eram mulheres) em 41 sessões e 9 palestras com especialistas (Master Classes). A BSD Consulting participou na Conferência com uma delegação de 9 membros de nossos escritórios do mundo todo.

 

Nossas principais percepções sobrea Conferência podem ser resumidas em 3 tópicos:

 

1) Diferentes soluções para um mundo em constante mudança: a Norma GRI “GRI Standards” está sendo desenvolvida e está aberta para comentários públicos. As Diretrizes GRI G4 estão se transformando em uma Norma, não será a “G5”, mas sim uma G4 com uma estrutura mais clara e simples, a fim de acompanhar as rápidas mudanças nos desafios da sustentabilidade global. A nova Norma de Relato da GRI será diferente das Diretrizes G4 no que diz respeito à estrutura e formato, facilitando as atualizações de conteúdo e trazendo definições mais claras sobre os elementos obrigatórios e recomendados dentro desta nova estrutura. As empresas que já relatam com base nas diretrizes do G4 terão de adaptar alguns aspectos técnicos, mas as alterações no conteúdo serão poucas.

 

2) É preciso ter dados de qualidade e tecnologia para favorecer decisões sustentáveis: Houve um tempo em que as pessoas não conheciam o tema da sustentabilidade e não possuíam as ferramentas para implementar  práticas sustentáveis. Estamos agora em uma nova era, onde temos ideias, métodos e ferramentas, mas ainda temos que entender como usá-los para obter bons dados (e confiáveis) a fim de tomar decisões corretas, com um olhar da sustentabilidade e perenidade. A mensuração é importante, mas a mudança só é atingida através de ações e estratégias adequadas.

 

3) Inovação e engajamento em práticas globais: Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram discutidos com frequência durante toda  a Conferência e apresentam um caminho para a sustentabilidade e compromissos para um futuro melhor. Não devemos nos limitar apenas  à divulgação de informações relacionadas a eles nos relatórios, mas sim utilizá-los para avaliar as organizações dentro desse contexto e tomar ações estratégicas para atingir esses objetivos, mitigando impactos e criando valor compartilhado. Precisamos estar abertos para novas formas de gerir os impactos e para conseguir alcançar os objetivos que buscamos. Há espaço para o engajamento e parcerias inovadoras para lidar com os desafios globais que enfrentamos em todos os setores. O mundo precisa de mais ação, mais trabalhos e trabalhos com propósito!

 

Como colocado pelo Chefe Executivo da GRI Michael Meehan na plenária de encerramento da Conferência: "A visão sem ação é apenas um sonho. Ação sem visão é somente um passa tempo. Mas, com ambos, podemos mudar o mundo".

 

Todos nós precisamos inovar, a fim de abordar as questões cruciais que enfrentaremos. A BSD sempre considera as novas tendências ao assessorar nossos clientes para encontrar o melhor caminho na gestão de sustentabilidade. Conhecimento e soluções para o desenvolvimento sustentável - esse é nosso propósito!

 

Marcela Romero (BSD Colômbia), Maria Stoll (BSD Suíça), Joyce Fernandes e Giulia Cricenti (BSD Brasil) 

Please reload